Imóvel pronto ou na planta?

Imóvel pronto ou na planta?

Não é de hoje que muitas pessoas fazem este questionamento: Imóvel pronto ou na planta? A gente poderia resumir este artigo com uma única palavra: DEPENDE!

Mas queremos que você entenda a diferença entre essas duas opções!

Antes de ir direto ao ponto…

Independente da sua escolha, recomendamos muito cuidado na hora da compra, principalmente com a documentação do imóvel e do vendedor.

Neste artigo, nós falamos sobre os tipos de financiamento mais utilizados, acreditamos que pode ser útil para você nesta etapa!

Procure a assessoria de uma imobiliária ou corretor de imóveis habilitado pelo CRECI e guarde todas as certidões, escrituras e documentos referentes à compra.

Quer mais ajuda com documentos? Nós temos um check-list automatizado e que você pode adaptar ao seu projeto. Baixe gratuitamente aqui!

Vamos ao que interessa então, saber o que é melhor: Imóvel pronto ou na planta! Para facilitar, que tal conhecer cada um?

Imóvel pronto

Uma das principais vantagens é que neste caso, você já pode se mudar rapidamente, já conhece o imóvel e evita surpresas desagradáveis.

Por isso que depende muito da sua necessidade, urgência e valor disponível para investimento.

Outro diferencial do imóvel pronto é que toda a documentação solicitada já está pronta, tornando-se uma garantia a mais para o negócio e maior segurança ao comprador.

Dicas extras para compra do imóvel pronto 

Pesquise bem o bairro, os meios de transporte e a vizinhança;

Além disso, verifique se o prédio, as áreas comuns, a parte elétrica e os elevadores estão em bom estado.

Também procure por infiltrações, rachaduras e ferrugem;

Veja o valor do condomínio e tudo que o prédio oferece: piscina, academia, estacionamento, segurança, câmeras, etc.;

E ainda, faça visitas ao imóvel em diferentes períodos do dia para verificar temperatura, incidência de sol, ventilação e iluminação.

Imóvel na planta

Geralmente, o preço do imóvel na planta é mais barato que o do imóvel pronto.

Outra vantagem é que, ao comprar ainda na planta, ganha-se tempo para planejar o pagamento das prestações.

É possível negociar entrada, qual o percentual mínimo a pagar de parcela, o valor das parcelas intermediárias (como trimestrais, semestrais e anuais), etc.

Em geral, o financiamento exige que o comprador desembolse de 30 a 40% do valor do bem.

Ou seja: para comprar imóvel pronto, é preciso ter um dinheiro maior já disponível.

A pessoa que compra um imóvel na planta ganha mais flexibilidade para customizar e decorar o imóvel do modo que deseja.

É possível escolher qual será o acabamento, o piso, algumas instalações na área de serviço ou banheiro.

Dependendo da incorporadora, imóveis na planta também permitem reformas em maior escala, como derrubar paredes e fazer uma cozinha americana – algo que às vezes nem está previsto na planta.  (Fonte: Época Negócios)

Além disso, outra vantagem, em muitos casos, é a valorização do imóvel na planta.

Dicas extras para compra do imóvel na planta

Procure construtoras sérias, investigue outros imóveis já entregues por ela, consulte a prefeitura e veja se a planta está aprovada;

Ao decidir o local onde quer comprar o imóvel, visite a área, pesquise o bairro, a presença de comércio, os meios de transporte e a vizinhança;

Examine com cuidado o memorial descritivo do imóvel (escritura do terreno, tamanho, material de construção, qualidade dos elevadores, etc).​

 

Entendeu por que depende?

Depende da situação de cada um. Para alguns comprar um imóvel na planta é mais vantajoso, para outros, nem tanto. E vice-versa!

Por isso orientamos a pesquisar com calma, conversar com profissionais capacitados para orientar você, no caso, um corretor de imóveis.

Esperamos que o artigo tenha ajudado e desejamos sucesso na compra do seu imóvel, seja ele pronto ou na planta!